Kaspersky sob ataque nos EUA

Os produtos da Kaspersky, empresa russa que desenvolve software de segurança e principalmente um bom antivírus, não estão mais sendo vendidos na rede de lojas de eletrônicos Best Buy, dos EUA. Durante quase dez anos a rede instalou produtos da Kaspersky nos computadores que vende.

Não há explicação oficial, mas é público o fato de que o FBI investiga possibilidades de influência do governo russo nas eleições que levaram Donald Trump ao cargo de presidente no ano passado. Além disso, durante uma audiência no comitê de inteligência do senado em Maio, os chefes de seis agências de segurança americanas disseram que se sentiam confortáveis de utilizar produtos Kaspersky em seus computadores.

Para piorar, na segunda-feira 4 de setembro a senadora Jeanne Shaheen apresentou uma emenda à ao National Defense Authorization Act que barra o uso de produtos Kaspersky de qualquer computador do governo federal. Antes disso, ela já havia conseguido barrar a Kaspersky no Departamento de Defesa. Um dos argumentos da senadora é de que a Kaspersky é obrigada por lei a ajudar o governo russo em espionagem. Mas isso infelizmente também acontece nos EUA, por força do Patriot Act e outras leis que fazem parte do pacote de guerra contra o terror.

A empresa lamentou pelo Twitter a suspensão do relacionamento com a Best Buy mas, prudentemente, não fez menções às decisões políticas e governamentais. Os produtos Kaspersky são utilizados até pelo Bureau Federal de Prisões.

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes